clique aqui e receba as atualizações do blog em seu email


PARA EMPRESAS AS PALAVRAS MUSICADAS AS OUTRAS PALAVRAS CONTATO HOME


As páginas mais visitadas aqui:

sábado, 24 de novembro de 2018

Foi ela e o Chico Mineiro

Precisamos de algumas vidas para aprendermos a lidar com a morte, e outro tanto de vidas para aprendermos a viver. Minha avó, Ana Furlanetto de Souza, parecia saber viver... Ela gostava de viver.
Faleceu no último dia 16 de novembro, aos 102 anos; pelo menos é o que se conta no documento de identidade. Viveu seus últimos 26 anos por aqui, em casa de meus pais, chegada de mudança que meu avô, em seu leito de morte, aconselhou. Perspicaz como poucos, Pedro Bento de Souza vislumbrou que

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

A Era das Marcas e a Era das Causas

É fácil entender a Era das Marcas quando cai a energia elétrica, seu celular acaba a bateria e sua avó acende uma vela para contar um causo. Mas e a Era das Causas, como é?

Vai longe o desenho da comunicação social como elemento de entendimento entre um orador e uma plateia. É claro que a massificação das redes sociais acabou por reduzir o orador centralizado não extinguindo-o, mas anulando sua conversão absoluta. A ilação fica, até certo ponto simplória, quando cai a energia elétrica, seu celular acaba a bateria e sua avó acende uma vela para contar um causo.

Essa realidade penúmbrica foi a Era das Marcas. Entendendo até aqui os próprios elementos midiáticos como ferramentas de marcas, não havia, até a chegada do Orkut, um ambiente que suprimisse o paradigma da comunicação verticalizada. Ou seja, eles falavam e nós ouvíamos. Simples.

Com o advento da tecnologia horizontalizando as relações entre indivíduos e marcas, algumas barreiras foram quebradas e

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Em menos de 5 anos, 70% do atendimento ao cliente será feito por robôs, segundo a Gartner. Veja outras tendências:

Segundo a Gartner, uma das mais importantes consultorias de insights do mundo, a Inteligência Artificial será comum e acessível também às pequenas empresas já em 2020.

Em menos de 5 anos, 70% do atendimento ao cliente será feito por robôs, segundo a Gartner. Veja outras tendências

Se, de um lado, já é possível, para qualquer empresa, programar algumas respostas automáticas no Facebook, por exemplo; do outro, não é difícil encontrar os gestores quebrando a cabeça para criar verdadeiras "armadilhas" nas quais seja possível identificar os ruídos no atendimento ao cliente. Mas a verdade é que os dias da "equipe do SAC" estão contados.

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Se sua empresa usa WhatsApp no atendimento ao cliente, então você precisa entrar na onda

Considerando todas as outras tecnologias disponíveis, o WhatsApp é uma ferramenta simples, porém seu poder está no engajamento. Ou seja, exatamente por ser objetiva e de fácil operação, ela é muito popular. Sua empresa sabe usar?

Há algum tempo vejo as empresas colocarem em sua estrutura de atendimento o WhatsApp. Em alguns casos o que vi foi o próprio colaborador/funcionário convencendo o empresário de que a ferramenta era popular e deveria ser usada para falar com os clientes.
Infelizmente isso se dá com frequência. Mas não é motivo para pânico. Empreender é estar atento à muitas coisas ao mesmo tempo, e fica impossível acompanhar todas as novidades. Neste caso vale o investimento, para as empresas com um capital equilibrado, em um cool hunter, por exemplo.

 
Google Analytics Alternative