clique aqui e receba as atualizações do blog em seu email


INÍCIO AS PALAVRAS MUSICADAS AS OUTRAS PALAVRAS ATIVIDADE DIGITAL CONTATO


Publicações mais lidas no Blog do Alex Pinheiro:

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Jana

há algum tempo conheci um blog que amadureceu o meu conhecimento sobre a mulher. Tinha drama, realidade, protesto e sensibilidade. Mas tudo isso sem perder o humor. Havia conhecido, entre tantas, Jana.

Coloco na roda: entre tantas, ela.

da série Mulherzinha ou Cachorra?!

Dias de mulherzinha... E eu precisando de um único dia de cachorra...

Eu vou me despedir. Já disse isso. E vou mesmo. Mas não foi ontem. Apesar da chance. Porque ontem eu tava num dia de mulherzinha. E não tem condições de uma despedida dessas em dias de mulherzinha. Pra me despedir de você eu preciso estar num dia de cachorra. E não foi ontem. Porque ontem eu queria dormir abraçada. Porque ontem eu queria sentir esse cheiro amadeirado que teu corpo exala naturalmente. Ontem eu queria era deitar no teu peito, enroscar o meu pé no teu e ficar ouvindo você falar de música. Porque ontem quando falava da vida de casinha com cerquinha branca e labrador correndo no pátio, você me falava de uma vida de casinha com grades brancas e teu cachorro fila, meio mestiço, correndo pelo pátio. Eu sei. Não vai rolar nem um nem outro. Mas ontem, no meu dia de mulherzinha, preferi acreditar que era bem possível tudo isso. Porque ontem tudo que eu queria era me fechar nesse mundo de fantasias que criamos pra gente. Porque eu sei que mais dia, menos dia a realidade vai enfiar o pé na porta. E sabemos que esses dias são contados. Porque eu to quase tendo que voltar pra minha vida. E por fim nessas férias que dei a mim mesma. Mesmo você me dizendo que tudo é possível. Eu sei, porque vivi mais do que você, que não, nem tudo é possível. Esse conto de fadas completamente as avessas termina quando minha vida forçar a entrada e não tivermos como segurar. Porque esse dia, livre de toda e qualquer responsabilidade, não é a minha vida real. Eu vou me despedir. Mas não consegui fazer isso ontem. Mesmo que você não saiba disso. Porque não vai ser uma despedida convencional e nem anunciada. Mas lá no fundo. No intimo. Você já sabia disso. Quando me perguntou se eu estava gostando. Quando disse que às vezes mesmo gostando as coisas evaporam no ar. E que não queria isso. Mas a gente sabe que é isso que vai acontecer. A gente sabe que eu vou me despedir. Não foi ontem. Quem sabe seja hoje. Quem sabe amanhã... Eu só preciso de um dia de cachorra pra isso.
música:A Casa na Montanha(Leoni)
.
Jana
.
O Radiohead e a Pirataria aqui:Nossa Via

10 comentários:

  1. É um belo retrato dos dias mais comuns.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. *Plantão Kacalina* xD
    --> Teatro retornará dia 13 de Fevereiro de 2008, numa quarta, às 14:00 hrs.

    Obs: Sujeito à alteração.

    Bye o/

    ResponderExcluir
  3. Quantos inventos bacanas, texto bom de ler, cotidiano, de "mulherzinha", mas uma mulherzinha inteira, contemporanea, bem-resolvida.

    Mulher, sempre mulher.
    Já diria Vinícius, já cantara Bethânia.


    Valeu, Jana.


    Abraço, Alex.

    ResponderExcluir
  4. Uiii eu aqui, despida! Na minha maior crise existencia Mulherzinha X Cachorra! kkkkkkkkkk

    Foi bom me reler, me relembrar, e relembrar a situação.

    Realmente houve a despedida, sem o anúncio, exatamente como foi dito (ou não dito) rsrs

    Beijos Alex!

    ResponderExcluir
  5. Esse texto me aguçou pra ler um dia de cachorra dela... Infelizmente(eu axo) eu tenho mais dias de mulherzinha q de cachorra, + meus dias de danina sei q virão ainda p sair dando mordidas no q eu kiser...rsrsrs Muito obrigada pelas boas-vindas ao mundo dos blogs, espero conhecer mta coisa e mta gente nesse universo! Parabéns pelo seu InventO e parabéns pra Jana tmb, q me identifikei mtu com o texto dela(e tem coisa melhor q isso?)!
    Mil bjos

    ResponderExcluir
  6. Tudo quanto se aprender sobre a mulher...é gostoso! (rsss)
    um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Tem presente pra você lá no meu quintal...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Não gosto de quem não gosta de gatos! :(

    ResponderExcluir
  9. Mulher, mulherzinha, mulher�o... mulher � sonho e n�voa, posto que de carne e osso. Pernas, bundas e peitos e rostos bem-feitos... sempre aprecio lembrar o imp�rio desse sexo sobre mim...

    continue trazendo mais inven�es desse jaez, caro Alex!... falai, falemos de mulheres, mulheres!

    ResponderExcluir

a imagem-título é uma invenção de Mariah

 
Google Analytics Alternative