clique aqui e receba as atualizações do blog em seu email


INÍCIO AS PALAVRAS MUSICADAS AS OUTRAS PALAVRAS ATIVIDADE DIGITAL CONTATO


Publicações mais lidas no Blog do Alex Pinheiro:

quinta-feira, 26 de julho de 2007

Metade

.
Estamos nus
numa metade.
Nus numa sincronia
Fortes como o lirismo;
Taça de vidro.

Minha metade:
marujo que lançou sorte.
Sua metade:
ser minha metade,
Frios arrepios do vento que invade,
unidos numa só metade
formamos uma metade
E sempre estamos procurando
a outra metade
Sem saber que somos um inteiro.


Pau.
Não! Pedra.
Claro que não! Pau.
É o fim do caminho!
Que saco você hein!
Ta bom! Agora você vai ficar assim então?!
...
Eu te amo!
...
Ei... pára! Me perdoa?! Eu te amo! Te amo muito!

E nesse eterno consertar
Encontro-me num eterno estado
de felicidade eterna.

posto no suave do seu rosto
Leio a meu gosto,
Falo a meu gosto,
Rio a meu gosto,
Sofro a meu gosto,
Brinco a meu gosto,
e quase sempre brinco...

Na hora errada.
Amo sem controle;
Mãos coladas,
Lábios inerentes,
Ficamos num só.
Perturbado,
Incerto,
Medroso,
Amando, Nus numa metade.

música:Prato do Dia[Danilo Souza(O Teatro Mágico)]
.
Alex Pinheiro

10 comentários:

  1. Mas que lindo esse poema, rapaz.
    Um quê de docilidade sem ser melado, clichê.Pelo contrário, um amor maduro, grandioso, pura beleza.


    Que bom que chegou em meu espaço.
    Que bom que eu cheguei até aqui.


    Até, poeta.

    ResponderExcluir
  2. é isso aqui, todos necessitamos blogarmos-nos uns com outros, em busca sempre de mais uma metade...GRANDE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  3. todos nós temos nossa metade :)
    eh so saber cuidar dela.
    adorei seu poema, muito criativo!
    =*****

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente


    ...



    Lindo!

    Parabéns!
    Sincero, doce! Sei lá, bunito por demais da conta....rs

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. "E sempre estamos procurando
    a outra metade
    Sem saber que somos um inteiro."

    O que foi isso!?...amigo poeta... não me deixe de queixo caído desse jeito!
    =D

    ResponderExcluir
  6. Achar a metade...
    É o que me falta.
    bjossss

    ResponderExcluir
  7. Bem, Alex, estás em grande!! Belos versos!

    É isso, a procura constante pela cara-metade é que nos faz andar, viver!

    Cumprimentos e boas invenções!

    PS: grande som!

    ResponderExcluir
  8. gostei!
    lindo por inteiro,
    metade de mim extasiou, a outra metade aplaudiu :)

    prazer em conhecê-lo!

    ResponderExcluir
  9. Alex,

    gosto um tanto das visitas que você faz ao Desme. Obrigada.
    Depois de uma semana ruim, ocorrências sensíveis, criei ânimo.

    Até mais!

    ResponderExcluir
  10. adorei!
    me soou tão adriana, gostei mesmo

    ResponderExcluir

a imagem-título é uma invenção de Mariah

 
Google Analytics Alternative