clique aqui e receba as atualizações do blog em seu email


PARA EMPRESAS AS PALAVRAS MUSICADAS AS OUTRAS PALAVRAS CONTATO HOME


Anuncie no Blog do Alex Pinheiro. Clique aqui!

As páginas mais visitadas aqui:

segunda-feira, 2 de abril de 2007

O Pintor

.

.
O tédio me inspira.
Azul metila
Eu não tenho
Mas misturo a tinta,
Piscina do pincel
Que mergulha
E sai colorido.
Poucos minutos e nascem
Espelhos e rabiscadas nuas,
Cruas,
Quentes.

Noutro dia
Transforma-se em luta
Luvas e riscos fortes,
Escuros fortes.
E vai indo
Com traço fino
E carretéis de linha
A linha
Mente em um preto intenso,
Em esquadros constantes.

Entre o medo e o nervosismo
Um tiro,
Um ciclista
Sem rumo e esperando passar
Em retratos guardados
E faces sem graça
Sepultando os últimos
Último.
música:Tons (Adriana Calcanhoto para Iberê Camargo)
imagem:Pintor e manequim,
óleo s/tela, 150X93 cm, 1987. (Iberê Camargo)
Coleção Maria Camargo.
.
Alex Pinheiro

7 comentários:

  1. Bonitos versos aqui tens, amigo! Falas em pintura. O que me deixa triste é ainda não conseguir apreciar pintura, isto aliado à minha falta de jeito para as artes plásticas :-(

    Continuação de boas postagens.

    PS: vou "linkar-te" no maisastuto, ok?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. eu amo essa musica
    amo a adriana calcanhoto
    e o seu blog tb que ta cada vez melhor
    hahahahahahaha

    vo te add nos links aqui ;D

    ResponderExcluir
  4. Menino
    Do interior,
    Desfilando à toa... chinelo havaiana,
    Em busca de frio em Copacabana,
    No Rio.

    Que menino...
    Que amor!
    De boa, calor, mulheres... bacana.
    Subiu no trio, se acabou de música baiana,
    No Rio.

    PS: Trata-se de uma adaptação.

    ResponderExcluir
  5. A cada post....uma melhor que outra!
    Vc é melhor sabia?!?!

    ASjuHAUshUAHS

    ResponderExcluir
  6. Gosto da tua escrita,
    das palavras que não são soltas...


    Beijo

    ResponderExcluir
  7. , mergulhar na piscina, na tinta, no papel, nas palavras e em teu poema...
    , agradecido pela visita em quimeras. volte quando desejar...
    |abraços meus|

    ResponderExcluir

 
Google Analytics Alternative