clique aqui e receba as atualizações do blog em seu email


PARA EMPRESAS AS PALAVRAS MUSICADAS AS OUTRAS PALAVRAS CONTATO HOME


Anuncie no Blog do Alex Pinheiro. Clique aqui!

As páginas mais visitadas aqui:

sexta-feira, 2 de março de 2007

Eu Sei Uma Piada de Maria


Acerca das mulheres...
Ou do mundo moderno?!

A história da humanidade é desenhada por mulheres submissas. A história da humanidade é verdadeira apologia à submissão feminina. Isso tudo está atualmente até no papo mais descontraído e, em certo ponto, bastante demagógico. Dizer da Mulher da década de 1930 adquirindo direito de voto é em pequeno espaço de tempo um triunfo, depois tem gosto amargo de guarda-chuva; a Mulher só foi adquirir certa participação social, política ou cultural significativa na década de 1970: momento definitivo para a existência feminina marcada pelo advento da pílula anticoncepcional, a descoberta de si e consequentemente da sexualidade e seus prazeres, liberdade de expressão, mais oportunidades financeiras e acesso à universidade. Nossa! Que avanço!

Achei que era hora de encerrar o parágrafo acima; tamanha ironia usada corre o risco de ser mal interpretada. Pensar na Mulher esse tempo todo como coadjuvante da história por conta de conceitos morais herdados me faz sentir-se deveras desconfortável. Logo a Mulher que fora o tempo todo, ainda que em segundo plano, responsável por decisões e definições de toda uma história cultural da humanidade, desconsiderando o momento da história em que homossexualidade era ferramenta de guerra.

A imagem da Mulher vem vinculada ao ser frágil e necessitado de proteção. Olha só que virtude! Ela é dominada pelos sentimentos apurados, ou seja, é fragilizada e está presa com a prole, com a procriação da raça e continuidade de sua família, só que os filhos por muito tempo não levavam sequer seus sobrenomes. Aliás, a cara da Mulher ainda é da que trabalha em vários lugares, pega ônibus para ir trabalhar, recebe menos que o homem numa mesma função, depois chega à sua casa e deve cuidar dos filhos e dos afazeres domésticos além de, enfatize-se, cozinhar para o marido.

A Mulher é, pelos homens que inventaram as palavras ditas por Deus: menos capaz que o homem, portadora da tentação do demônio, devem ser vigiadas e direitos de cidadania são inatingíveis. Afinal ela é uma mulher. Cuidado!

Não sei quem foi o boçal que deu sexo para a humanidade. Seria preciso um estudo profundo, horas perdido em história e ódio à flor da pele pra culpar o estúpido. Não é disso que precisamos. A humanidade não tem sexo, não tem raça, não tem nem sequer religião. A humanidade não tem distinção. Tem como avisar os limitados de plantão?! Tem como comunicá-los sobre a chegada do século XXI?! Isso só pra ser cordial, pois respeito, apoio e admiração pela transformação do quadro social feminino deveria partir do ser humano. Mas nem sempre nos referimos aos seres humanos quanto ser humano.

Somos feitos sim de adaptação, a Mulher que o diga em relação à sua TPM no ambiente de trabalho, ou mesmo em sua casa. Coisas de Maria!
“Não esqueça disso hein Maria! Moça direita cozinha bem, trata bem o marido, lava, passa e não deixa marcas... moça direita não fica lendo romances!”.

Viva a reestruturação do lar! Vivas ao fim do domínio Católico na educação do Homem... Ops! Da Mulher! Viva a abolição do “Castigo Divino”! Vivas à mulher no poder! Viva à sensibilidade! Glórias ao fim da Instituição Casamento! Fogo no irmão mais novo vigiando! Viva à liberdade sexual! Viva a autonomia feminina, o movimento feminino, a transformação feminina! Vivas!

De certo modo devemos nos intimidar mesmo, afinal a mulher tem demonstrado desenvolvimento espiritual, social, cultural e político digno de um “demônio”. Os sábios se aliam. Atire a primeira rosa quem não tem medo da ascensão da Mulher. A frágil Mulher!
música:Gerânio(Marisa Monte,Nando Reis,Jennifer Gomes)
.
Alex Pinheiro

6 comentários:

  1. Gostei muitíssimo do texto. As mulheres têm muita força, sejam elas Marias, Joanas, Giseles ou Julianas.
    O papel delas, que sempre foi importante, é cada vez mais reconhecido. Ainda há muito preconceito, claro, mas progredimos bastante.
    Obrigada pela visita.
    Volte sempre que puder... E quiser!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, a mulher tem uma força que quando resolve usar ninguém segura!

    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Hahaha... Coincidência... do idiota, claro... Mas homem que é homem mesmo faz uma declaração para as Marias que você acabou de fazer... A categoria agradece!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Espaço de transcender.
    Agradecida pela visita e o lindo comentário. Coloquei teu link lá.
    Carece de dizer que gostei?
    bjo

    ResponderExcluir
  5. Como sempre surpreende, estou encantada, e lisongeada por ser da categoria sitada!

    sempre... bjs

    ResponderExcluir
  6. arrumando os erros graves no português...

    dispensa a virgula... e citada!!!!

    ResponderExcluir

 
Google Analytics Alternative